A Mulher Puérpera

Ela não se encaixa mais em qualquer lugar.
Ela não quer mais ser encaixada.
Ela não se importa mais em ser julgada.
Ela não quer mais ser silenciada.
Ela não pertence mais a qualquer tribo.
Ela não quer mais ter que agradar ou ser agradada.
Ela não consegue mais usar as mesmas vestes.
Ela já não sabe mais quem é.
Ela já nem lembra mais quem foi.
Ela não sabe mais quando irá voltar.
Ela nem sabe mais se quer voltar.
Ela já sabe que não tem mais como voltar.
Ela não entende muito bem o que está acontecendo.
Ela nem quer mais ter que entender nada.
Ela não liga mais pra certas coisas.
Ela não tem mais certos pudores.
Ela já não tem mais certos receios.
Ela quer mais.
Ela sabe mais.
Ela vive mais.
Ela sente mais.
Ela perdeu a vergonha.
Ela perdeu o controle.
Ela perdeu o medo.
Ela se despe de si mesma.
Ela se encontrou com a mulher puérpera.
A mulher puérpera é a mulher selvagem que nela habita.

puerpério mulher

Compartilhar

Roberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *